13.1) Estimativa de Potência das Bombas de Carga

 

         As bombas de carga do navio Luma são todas bombas de carga submersas. Para a estimativa de potência e seleção destas bombas submersas, determinou-se que todas as bombas seriam iguais.

 

         Assim sendo, para a seleção das bombas escolheu-se o tanque que tinha o maior volume de carga, 4707,6 metros cúbicos, e determinou-se que ele deveria descarregar em 8 horas, ficando outras 8 horas para a carga. Desse modo, a vazão mínima da bomba fica sendo de 588,45 metros cúbicos por hora.

 

         A partir da equação de Bernoulli, temos:

 

 

         Diâmetro médio da rede de carga: 400 mm

         Eficiência da bomba: 0,7

         Massa específica: 0,87 t/m³

         Peso específico: 8534,7 N/m³

         Vazão: 588,45 m³/h

         VA = 0

         VB = 1,3 m/s

         ZA = 2,18 m

         ZB = 20,9 m

         g = 9,81 m/s²

 

         Assim sendo:

 

 

 

         Desse modo, a potência das bombas é dada por:

 

 

         Assim sendo, o navio terá 14 bombas de carga de no mínimo 43,4 kW de potência para fazer a carga e descarga.